Torne
Conh
Leglize
Screenshot (38)

GUIA DO USUÁRIO

Contribuição Previdenciária


ORIENTAÇÕES


SISCOSERV

RSS Ultimas Notícias

3 SETORES EM ALTA PARA QUEM QUER ABRIR UMA FRANQUIA

Segundo especialista, o franchising cresce em ritmo muito superior à média da economia e se adapta às tendências. Saiba onde é melhor investir

Em um cenário econômico incerto, encontrar uma oportunidade de negócio com risco mais baixo é a chance de um presente menos turbulento e de um futuro promissor. Com isso em mente, o setor de franquias pode ser uma opção. O faturamento do setor subiu 12,9% no ano passado, segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF), enquanto a economia brasileira cresceu 2,3% no mesmo período, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
Neste ano, o ritmo do franchising deve, novamente, destoar da toada da economia: enquanto o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro diminuiu nos dois primeiros trimestres, a ABF estima que as receitas do setor serão 12% maiores em 2014.
Para Filomena Garcia, sócia-diretora da Franchise Store, empresa que comercializa franquias, o setor se adapta às demandas do público por determinados serviços e inova ao criar diferentes formatos de loja. Ela listou três segmentos em alta para os interessados em franquias. Além de oferecerem serviços com alta demanda, tais setores registraram os maiores crescimentos em faturamento no ano passado, também de acordo com a ABF. Confira:
1. Beleza e saúde
A crescente preocupação dos brasileiros em se manter em forma – e saudáveis – faz com que as franquias relacionadas ao bem-estar sejam boas opções para investir. O setor também vem apostando em formatos alternativos, como o store in store, em que a unidade fica dentro de outra loja, e os corners, que são compactos e têm custos menores de implantação. Filomena também recomenda uma atenção especial a franquias que oferecem um único serviço. “Empresas de cuidados de depilação e sobrancelhas, por exemplo, são boas opções”, afirma. Você pode pesquisar um bom número de redes neste link.
Leia mais